3/1/2017 13:00 IPC-S sobe em quatro capitais na última semana de 2016

supemercados

No Rio de Janeiro, preços subiram 0,09 ponto percentual na última semana de 2016  Agência Brasil


A inflação da última semana de 2016, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), fechou com variação de 0,33%, alta de 0,09 ponto percentual em relação aos 0,24% da semana imediatamente anterior, para o conjunto das sete capitais do país envolvidas na pesquisa – Rio, Recife, Brasília, Belo Horizonte, São Paulo, Salvador e Porto Alegre.

Os dados foram divulgados hoje (3) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV) e indicam que o Rio de Janeiro foi a capital com a maior variação percentual entre um período e outro. O Rio fechou com variação de 0,28 ponto percentual, ao passar de 0,27% para 0,55%.

Os dados indicam que quatro das sete capitais pesquisadas registraram crescimento da inflação medida pelo IPC-S, entre um período e outro, com a maior alta sendo verificada mais uma vez em Recife, onde o IPC-S passou de 0,72% para 0,74%.

Preços sobem em Brasília

Com resultados maiores do que a média nacional, aparece ainda Brasília, que, ao variar 0,6%, registrou o segundo maior IPC-S da última semana do ano de 2016.

Embora tenha registrado alta entre a terceira e a quarta quadrissemana, Belo Horizonte fechou com inflação de 0,1%, depois de uma deflação de 0,01% na semana imediatamente anterior. Porto Alegre, cuja taxa foi de 0,09%, reverteu uma deflação (inflação negativa) de 0,1% na terceira quadrissemana de dezembro.

Em São Paulo, o IPC-S passou de 0,29% para 0,27%, registrando também uma variação menor de preços entre os dois períodos. Em Salvador, o índice passou de 0,21% para 0,19%.

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: Agência Brasil - http://agenciabrasil.ebc.com.br


MAIS NOTÍCIAS DE ECONOMIA



21/11/2017 16:00 Cultura pode dinamizar a economia brasileira, diz ministro

9/11/2017 12:00 IBGE revisa PIB e economia teve queda menor que a anunciada em 2015: 3,5%

2/11/2017 12:00 Crise catalã pode causar impactos na economia espanhola, mostra banco

30/10/2017 10:00 Indicador de Incerteza da Economia recua 8,3 pontos, mostra FGV

19/10/2017 19:00 Recuperação da economia começa a influenciar arrecadação, diz Receita

10/10/2017 16:00 FMI eleva para 0,7% previsão de crescimento da economia brasileira em 2017

9/10/2017 8:00 Americano ganha Nobel por estudos sobre economia comportamental

5/10/2017 13:05 Temer afirma em Belém que houve crescimento da economia em "prazo curtíssimo"

28/9/2017 10:00 Indicador de Incerteza da Economia recua e atinge menor nível desde abril

25/9/2017 14:00 Empresários alemães alertam que economia do país "não pode permitir a xenofobia"



Atendimento Online MF Rural