7/3/2017 20:02 Novas concessões em rodovias, ferrovias, portos e energia somarão R$ 45 bilhões

O governo federal anunciou hoje (7) 55 novos projetos de concessão de terminais portuários, linhas de transmissão, ferrovias e rodovias, com investimentos estimados em R$ 45 bilhões. Os projetos fazem parte das segunda carteira de projetos do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI).

O governo vai iniciar no ano que vem os estudos para licitar novamente as rodovias Nova Dutra (BR-116/RJ/SP), BR-116/RJ, da CRT (Rio-Teresópolis) e Concer (BR-040/MG/RJ). Os trechos, que totalizam 725 quilômetros, estão atualmente concedidos, e os contratos terminam em março de 2021. A ideia é que as novas licitações tenham contratos modernos e com foco na prestação de serviços adequados aos usuários.

Brasília - Entrevista coletiva com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella (Valter Campanato/Agência Brasil)

Segundo o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, os contratos vigentes das rodovias serão respeitados até o fim da concessãoValter Campanato/Agência Brasil

O ministro dos Transportes, Maurício Quintella, disse que os contratos vigentes das rodovias serão respeitados até o fim da concessão. “O contratos serão respeitados, não haverá passivo no período final das negociações. Serão licitações novas, para o período pós, até o final do período de concessão. O governo decidiu que não insistirá mais na ideia de prorrogação mediante novos investimentos no caso dessas três rodovias, que são as principais concessionárias do país.”

Também serão concedidos à iniciativa privada 211 quilômetros da BR-101, em Santa Catarina, com leilão previsto para o primeiro semestre do ano que vem.

Ferrovias

No setor ferroviário, o governo vai autorizar que cinco ferrovias já concedidas entrem no processo de renovação antecipada de contratos, em troca de investimentos. As ferrovias são a Estrada de Ferro Carajás (Pará e Maranhão), a Estrada de Ferro Vitória-Minas, a FCA (Centro-Oeste e Sudeste), a ALL – Malha Paulista e a malha da MRS, que passa por Minas Gerais, pelo Rio de Janeiro e por São Paulo.

Esses cinco trechos somam 12,6 mil quilômetros de extensão, movimentam cerca de 457 milhões de toneladas de cargas e representam mais de 90% do fluxo total de cargas por ferrovias no Brasil. Os investimentos previstos nos próximos cinco anos são de R$ 25 bilhões.

Saiba Mais



Fonte: Agência Brasil - http://agenciabrasil.ebc.com.br


MAIS NOTÍCIAS DE MILHO



15/2/2017 13:07 Governo libera 250 mil toneladas de milho para Programa Vendas em Balcão

3/2/2017 23:00 CMN amplia renegociação de dívidas de produtores de milho de Sergipe e Bahia

24/11/2016 21:01 CMN aprova renegociação para produtores de milho do Sergipe e Bahia

23/9/2016 12:00 Produção de soja e milho bate recorde em 2015

25/5/2016 13:02 Para reduzir preço, governo libera venda de milho para alimentação animal

20/1/2016 14:01 Trem que transportava milho descarrila em Minas Gerais

13/3/2014 20:21 Justiça proíbe venda de milho transgênico da Bayer no Norte e Nordeste

9/7/2013 13:44 -GRÃOS: COTAÇÕES INTERMEDIÁRIAS DE MILHO EM CHICAGO

8/7/2013 13:33 -GRÃOS: COTAÇÕES INTERMEDIÁRIAS DE MILHO EM CHICAGO

5/7/2013 13:32 -GRÃOS: COTAÇÕES INTERMEDIÁRIAS DE MILHO EM CHICAGO



Atendimento Online MF Rural