Setembro Amarelo

8/3/2018 23:00 Para Moreira Franco, política econômica de Temer é um legado a ser defendido

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, apontou os avanços econômicos do governo de Michel Temer como um legado a ser defendido nas eleições presidenciais deste ano. “[...] O que somos hoje e os compromissos que nos levaram a superar a mais profunda crise econômica da história do Brasil nos permite dizer hoje que nós temos um legado a defender e temos disposição política para defender esse legado”, disse hoje (8) durante discurso em um evento em Nova York.

O ministro fez uma comparação entre as políticas econômicas adotadas por Temer e as medidas tomadas nos governos anteriores. Moreira Franco afirmou que, durante a campanha, os discursos dos candidatos deixarão claro a existência de dois lados. Segundo o ministro, o lado que o governo defenderá é de uma política econômica “sem ideologias”.

“O presidente Temer quando assumiu apresentou um conjunto de propostas. Com a coragem de assumir um lado e combater o outro. E este lado significava abrir mão da ideologia para resolver problemas da economia, da sociedade, do dia a dia e buscar […] ferramentas como a aritimética para resolver problemas de fixação de impostos, taxa de retorno, que se resolvem somando, dividindo, multiplicando e não querendo”.

Ele também afirmou que o governo quer construir uma sociedade com menos desigualdade de renda para promover o crescimento. “E queremos construir no Brasil uma sociedade classe média, em que haja a possibilidade de se garantir igualdade de oportunidades para todos. E com a sólida classe média nós podemos cuidar de ter uma visão eficaz, e não romântica, da influência do processo educacional e sobretudo do compromisso com a inovação”.

Apesar da menção de Moreira Franco à próxima disputa eleitoral, o governo ainda não anunciou quem será seu candidato à presidência. Segundo disse hoje o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, o governo só deve definir um nome para apoiar a partir de maio.

Edição: Amanda Cieglinski

Fonte: Agência Brasil - http://agenciabrasil.ebc.com.br


MAIS NOTÍCIAS DE ECONOMIA



19/9/2018 8:47 FGV: economia brasileira recuou 0,5% no trimestre encerrado em julho

24/8/2018 17:49 Ministros do G20 debatem na Argentina desafios da economia digital

16/8/2018 19:39 Revisão de benefícios previdenciários gerará economia anual de R$ 8 bi

6/8/2018 19:45 Corte de gastos para alavancar economia é proposta de presidenciáveis

1/8/2018 16:45 FED mantém juros e destaca forte crescimento da economia dos EUA

26/7/2018 14:47 Brics defende crescimento da economia e condena terrorismo

15/7/2018 15:00 Plataforma reúne empreendimentos da economia criativa de refugiados

28/6/2018 8:10 BC reduz previsão de crescimento da economia este ano para 1,6%

28/6/2018 9:14 Incerteza da Economia tem maior nível desde janeiro de 2017, diz FGV

20/6/2018 18:03 Banco Central mantém juros básicos da economia em 6,5% ao ano